Introdução

 

A cultura do abacaxi vem sendo explorada há mais de quarenta anos na região de Itaberaba, predominantemente em pequenas propriedades, com áreas médias inferiores a três hectares.

No entanto, a elevação dos custos dos insumos e, sobretudo, as exigências crescentes dos consumidores em relação à qualidade dos frutos têm determinado a necessidade de melhorias adicionais nas técnicas de cultivo e do manejo dos frutos na colheita e pós-colheita. Além disso, tem-se observado um aumento nas perdas causadas pela incidência de problemas fitossanitários, especialmente a fusariose, assim como uma crescente degradação dos solos e dos demais recursos naturais, demandando a adoção de um conjunto de medidas de controle da referida doença e de práticas de conservação da vegetação natural e dos solos cultivados com abacaxi. Como resultado, são apresentadas, neste trabalho, as tecnologias recomendadas para a prática de um sistema de exploração comercial sustentável.

Link Edição Portlet Link Edição Portlet

2ª edição

Fev/2016

Link Expediente Portlet Link Expediente Portlet

Lista de Editores do SP da Area publica Portlet Lista de Editores do SP da Area publica Portlet

Editor(es) técnico(s)

  • Aristoteles Pires de Matos
  • Nilton Fritzons Sanches
  • Domingo Haroldo Rudolfo C Reinhardt

Lista de Autores do Tópico Área Pública Portlet Lista de Autores do Tópico Área Pública Portlet

Autores deste Tópico

  • Aristoteles Pires de Matos

Link Todos Autores Portlet Link Todos Autores Portlet

Imprimir SP Imprimir SP

Imprimir este SP

Atenção: Uma nova janela será aberta.