Conservação

Ana Veruska Cruz da Silva

Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi

A intensa atividade metabólica após a colheita acelera ainda mais o processo de amadurecimento, que no caso da mangaba, reflete diretamente na diminuição de sua vida útil. O armazenamento refrigerado é uma das técnicas mais eficientes para a conservação de frutos, minimizando as perdas pós-colheita. Para a mangaba, pesquisas sugerem o uso de temperatura entre 6 ºC e 10 ºC, que, associado à atmosfera modificada (geralmente, embalagem de PVC ou polietileno) (Figura 1) podem estender para até 10 dias, tornando-os ainda apropriados para o consumo.

Foto: Raquel Fernandes de Araújo Rodrigues

Mangabas em bandejas de isopor, em prateleira de supermercado

Figura 1. Frutos de mangabeira embalados em bandejas de poliestireno envolvida com filme PVC. 

É importante ressaltar a importância do ponto ideal de colheita. Frutos colhidos antes de atingirem a maturação e mantidos sob refrigeração de 6 °C desenvolvem sintomas de injúria pelo frio (Figura 2). Este distúrbio é caracterizado pela inibição da pigmentação e comprometimento do amadurecimento. No entanto, mangabas armazenadas a 8 °C apresentaram retardo efetivo do seu metabolismo quando comparados aos frutos mantidos a 10 ±1ºC e 12 ±1ºC, e não apresentaram sintoma de injúrias por frio quando retirado do armazenamento e colocados para completar seu amadurecimento.

Foto: Ana Veruska Cruz da Silva

Mangaba com manchas marrons

Figura 2. Injúria pelo frio em fruto de mangaba.

A utilização de embalagens de poliestireno expandido revestida com PVC pode ter um efeito similar à refrigeração. Frutos colhidos “de vez” e armazenados a 10 oC nesse tipo de embalagem podem ter maior período de armazenamento. Mais recentemente, o uso de 1-MCP (1-metilciclopropeno) surge como alternativa para conservação. Trata-se de um bloqueador da ação do etileno, e vem sendo testado com bons resultados em outras frutas. Em mangaba, sua aplicação resultou em prolongamento de sua vida útil para 15 dias.

Durante o armazenamento dos frutos, há uma série de alterações físico-químicas. Em frutos colhidos “de vez” e armazenados a temperatura ambiente, ocorre diminuição nos teores de vitamina C e ácidos orgânicos. O teor de vitamina C pode ser utilizado como um indicativo de perda de qualidade em frutos de mangaba. A firmeza diminui rapidamente após 3 a 4 dias, período em que ocorre total amadurecimento.

Frutos armazenados a 8 oC não apresentam variações na sua qualidade físico-química durante armazenamento refrigerado, e após removidos da refrigeração amadurecem normalmente.

Link Edição Portlet Link Edição Portlet

2ª edição

Link Expediente Portlet Link Expediente Portlet

Lista de Editores do SP da Area publica Portlet Lista de Editores do SP da Area publica Portlet

Editor(es) técnico(s)

  • Josué Francisco da Silva Junior
  • Ana da Silva Ledo

Lista de Autores do Tópico Área Pública Portlet Lista de Autores do Tópico Área Pública Portlet

Autores deste Tópico

  • Ana Veruska Cruz da Silva
  • Marcelo Augusto Gutierrez Carnelossi

Link Todos Autores Portlet Link Todos Autores Portlet

Imprimir SP Imprimir SP